A minha cantiga paralelística – 10.ºC e 10.ºD

Sobre Arminda Gonçalves

Professora de Português da Escola Secundária Augusto Gomes em Matosinhos.
Esta entrada foi publicada em A_2016-17Portefólio10.ºC/D. ligação permanente.

34 respostas a A minha cantiga paralelística – 10.ºC e 10.ºD

  1. Hoje na escola encontrei o meu amigo,
    em suas mãos levava o meu coração.
    E sorriu para mim!

    Sentado no banco lá fora,
    em suas mãos o meu coração se quebrou,
    E sorriu para mim!

    Em suas mãos levava o meu coração,
    já quebrado como o vidro.
    E sorriu para mim!

    Em suas mãos o meu coração se quebrou,
    sem noção do que acabara de fazer.
    E sorriu para mim!

    Já quebrado como o vidro,
    apenas uma lágrima escorreu pelo meu rosto.
    E sorriu para mim!

    Sem noção do que acabara de fazer,
    apenas o tentou consertar.
    E sorriu para mim!

  2. Ana Lima diz:

    Amigo, que há tanto partiste.
    Numa viagem sem retorno embarcaste.
    E contigo, meu coração levaste!

    Foste e não voltas, com algo que me pertence.
    Antes de ires, nem o meu amor me devolveste.
    E contigo, meu coração levaste!

    Numa viagem sem retorno embarcaste.
    E meus sentimentos? Consideraste-os?
    E contigo, meu coração levaste!

    Antes de ires, nem o meu amor devolveste.
    Existe agora um vazio no espaço que preencheste.
    E contigo, meu coração levaste!

    E meus sentimentos? Consideraste-os?
    Ou como um folha pisaste-os?
    E contigo, meu coração levaste!

  3. Beatriz Antunes diz:

    “Será isto tão difícil assim?”, Beatriz Antunes

    Porque confusa todo o dia eu ando,
    Sem rumo e na vida vagueando.
    Será isto tão difícil assim?

    Não sei se é amor ou apenas uma ilusão,
    Mas se for amor, quero viver esta grande paixão.
    Será isto tão difícil assim?

    Sem rumo e na vida vagueando,
    Foi por ti que me fui apaixonando,
    Será isto tão difícil assim?

    Mas se for amor, quero viver esta grande paixão
    De estar aqui sempre para te dar a mão.
    Será isto tão difícil assim?

  4. Mariana Pinto diz:

    As nossas caminhadas pelo mar;
    Agora sou a única a caminhar.
    Porque não estás aqui?

    Não sei o que aconteceu,
    mas o nosso sentimento morreu.
    Porque não estás aqui?

    Agora sou a única a caminhar,
    e tu a festejar!
    Porque não estás aqui?

    O nosso sentimento morreu,
    assim como eu.
    Porque não estás aqui?

  5. Filipa Santos diz:

    Penso nele todos os dias
    Até mesmo com as suas teimosias
    Amanhã verei o meu amigo

    Por quem tenho mais carinho
    Aquele por quem caminho
    Amanhã verei o meu amigo

    Até mesmo com as suas teimosias
    Eu encontro as suas maiores regalias
    Amanhã verei o meu amigo

    Aquele por quem caminho
    E que nunca estará sozinho
    Amanhã verei o meu amigo

  6. Beatriz Monteiro diz:

    Será que o nosso amor morreu?

    Hoje, na escola, vi o meu amigo.
    Pena ele não me ter visto.
    Será que o nosso amor morreu?

    Hoje, na escola, admirei o meu amigo.
    Queria que ele me tivesse visto.
    Será que o nosso amor morreu?

    Pena ele não me ter visto.
    Queria que em mim voltasse a notar.
    Será que o nosso amor morreu?

    Queria que ele me tivesse visto.
    E em mim tivesse notado.
    Será que o nosso amor morreu?

  7. Mariana Rodrigues diz:

    Quando dormia, vi o meu amigo
    Se ele estivesse realmente comigo…
    Ai, se tudo não passasse de um sonho…

    Estavamos os dois a admirar o mar
    Apertei-lhe a mão e comecei a pensar
    Ai, se tudo não passasse de um sonho…

    Se ele estivesse realmente comigo
    Tudo faria muito mais sentido
    Ai, se tudo não passasse de um sonho…

    Apertei-lhe a mão e comecei a pensar
    O que a sua presença poderia facilitar…
    Ai, se tudo não passasse de um sonho…

  8. André Moreira diz:

    Hoje deparei-me com o meu amado
    Está com um ar de drogado
    Ai Deus , onde terá andado?

    Também deve ter sido da bebida
    Cheira a ressacado
    Ai Deus , onde terá andado?

    Está com um ar de drogado
    Essa vida não favorece ninguém
    Ai Deus , onde terá andado?

    Cheira a ressacado
    Devia-o ter avisado
    Ai Deus , onde terá andado?

  9. Amor ou liberdade

    Meu amigo, novamente hoje te vi afastar
    Naquela memória que o tempo nunca deixa passar
    Mas, ai Deus, onde estás tu?

    Meu amigo, novamente hoje te vi caminhando ao luar
    Naquela memória que o tempo insiste recordar
    Mas, ai Deus, onde estás tu?

    Naquela memória que o tempo nunca deixa passar,
    talvez, no vasto céu, onde permanece meu olhar
    Mas, ai Deus, onde estás tu?

    Naquela memória que o tempo insiste recordar,
    vagueio sozinha pela fonte, apenas para te procurar
    Mas, ai Deus, onde estás tu?

    Talvez, no vasto céu, onde permanece meu olhar.
    Triste, faço um esforço, para lentamente o desviar
    Mas, ai Deus, onde estás tu?

    Vagueio sozinha pela fonte, apenas para te procurar
    E vejo a sombra de algo. Aproximo-me para enxergar
    Mas, ai Deus, onde estás tu?

    Triste, faço um esforço, para lentamente o desviar,
    aquele olhar da névoa, que te estava a tapar
    Mas, ai Deus, onde estás tu?

    E vejo a sombra de algo. Aproximo-me para enxergar.
    Corro. Finalmente, encontrei-te, sabia que irias voltar
    Mas, ai Deus, onde estás tu?

  10. Maria Lino diz:

    Hoje ,na escola, encontrei o meu amigo,
    Tinha uma rapariga consigo.
    Quem me dera que fosse eu!

    Quando para ela olhavam,
    Os seus olhos brilhavam.
    Quem me dera que fosse eu!

    Tinha uma rapariga consigo,
    Via-se que era o seu ponto de abrigo.
    Quem me dera que fosse eu!

    Os seus olhos brilhavam,
    Enquanto os meus choravam.
    Quem me dera que fosse eu!

  11. Mariana Patrício diz:

    Cabelos , Cabelos finos azuis
    O teu olhar sinistro
    Me encantou

    Me quer persuadir
    A tua pele pálida
    Me encantou

    O teu olhar sinistro
    Me faz suspirar
    Me encantou

    A tua pele pálida
    Deixei eu de a ver
    Me encantou

  12. Hoje, na escola, encontrei o meu amigo,
    Ele estava na biblioteca.
    Como ele estuda tanto!

    Hoje, na escola, encontrei o meu amado,
    Tinha uma cara de desesperado.
    Como ele estuda tanto!

    Ele estava na biblioteca,
    Sem ele não me sinto completa.
    Como ele estuda tanto!

    Tinha uma cara de desesperado,
    Não tive coragem de falar, por isso fiquei a contemplá-lo.
    Como ele estuda tanto!

  13. Jorge Rebelo diz:

    Vi o meu amigo,hoje,no facebook.
    Enviei-lhe uma mensagem.
    Irá responder ?

    Vi o meu amigo,hoje, nas redes sociais.
    Disse-lhe que queria ser sua amiga
    Irá responder ?

    Enviei-lhe uma mensagem.
    Disse-lhe que queria ser sua amada.
    Irá responder ?

    Disse-lhe que queria ser sua amiga.
    Disse-lhe que queria o nosso momento.
    Irá responder ?

  14. Catarina Reis diz:

    Hoje, na escola, encontrei o meu amigo
    E ir ter com ele decidi eu,
    Mas sempre muito envergonhada.

    Cheguei à sua beira,
    Com um sorriso na cara
    Mas sempre muito envergonhada.

    E ir ter com ele decidi eu,
    Porém para mim ele não falou,
    Mas sempre muito envergonhada.

    Sem o sorriso na cara
    E completamente destroçada,
    Mas sempre muito envergonhada.

  15. Marta Mendes diz:

    Hoje, na escola, encontrei o meu amigo
    Ele estava lá sozinho,
    Se ao menos ele viesse ter comigo…

    Hoje, na escola, encontrei o meu amado
    Ele está sempre lá sentado,
    Se ao menos ele viesse ter comigo…

    Ele estava lá sozinho
    À espera de alguém?
    Se ao menos ele viesse ter comigo…

    Ele está sempre lá sentado
    Sem ninguém do seu lado,
    Se ao menos ele viesse ter comigo…

  16. Hoje, na escola, encontrei o meu amigo,
    Estava sentado, lindo e sozinho,
    Estou tão apaixonada!

    Hoje, na escola, encontrei o meu amado,
    Estava sentado bonito e encantado,
    Estou tão apaixonada!

    Estava sentado lindo e sozinho,
    Como uma flor que aparece no meu caminho,
    Estou tão apaixonada!

    Estava sentado sozinho e encantado,
    Como um príncipe abandonado,
    Estou tão apaixonada!

  17. Maria Silva diz:

    NÃO É PARALELÍSTICA!

    Hoje, na escola, encontrei o meu amigo
    E comecei a relembrar o que ele teve comigo!
    Será que devo ir ter com ele?

    Hoje, na escola, encontrei o meu amado
    E comecei a pensar se eu não o tivesse deixado!
    Será que devo ir ter com ele?

    Vejo-o todos os dias ali sentado
    Mas fico com vergonha de o ter magoado!
    Será que devo ir ter com ele?

    Sinto-me mal e envergonhada
    Acho que estou apaixonada!
    Será que devo ir ter com ele?

  18. Mariana Ferreira diz:

    Quero ver o meu amigo,
    Já passou tanto tempo.
    A saudade mata.

    Quero ver o meu amado,
    Estar junto dele para sempre.
    A saudade mata.

    Já passou tanto tempo,
    Tanto tempo que mata.
    A saudade mata.

    Estar junto dele para sempre
    E não separar mais.
    A saudade mata.

  19. Gil Pereira diz:

    Hoje, na escola, encontrei o meu amigo.
    Estava destroçado, perguntei porquê?
    (Acabei de chegar atrasado)

    E brevemente terá de partir outra vez,
    Pois isto que faz é algo que nunca será acabado
    (Acabei de chegar atrasado)

    Estava destroçado, perguntei porquê?
    E ele muito sério respondeu:
    (Acabei de chegar atrasado)

    Pois isto que faz é algo que nunca será acabado.
    Será que vai voltar
    (Acabei de chegar atrasado)

  20. Inês Sousa diz:

    NÃO É PARALELÍSTICA

    Hoje na escola, encontrei o meu amigo
    E lá estava ele sozinho nos seus pensamentos

    Será que pensas em mim ?

    Hoje na escola, encontrei o meu amado
    Como eu gostava que pensasse em mim como eu penso nele

    Será que pensas em mim ?

    Hoje não encontrei o meu amigo na escola
    Está longe mas sempre no meu pensamento

    Será que pensas em mim ?

  21. Ricardo Mesquita diz:

    Hoje na escola, encontrei o meu amigo
    Estava a beijar uma rapariga
    Era uma dor interminável!

    Segui-o até casa
    Ainda estava com ela
    Era uma dor interminável!

    Estava a beijar uma rapariga
    Estaria eu iludida?
    Era uma dor Interminável!

    Ainda estava com ela
    Por isso segui-o até casa
    Era uma dor interminável!

  22. Adriana Correia diz:

    Encontrei-me hoje com o meu amado
    Estava todo perfumado
    Ai deus, como gosto dele.

    Falou-me ao ouvido
    Fiquei completamente corada
    Ai deus, como gosto dele.

    Estava todo perfumado
    E eu inteiramente apaixonada
    Ai deus, como gosto dele.

    Fiquei completamente corada
    Quando ele se aproximava
    Ai deus, como gosto dele.

  23. NÃO É PARALELÍSTICA!

    hoje na escola vi o meu amigo
    gostava que passasse tempo comigo
    tanto gostava eu

    hoje na escola vi-o novamente
    gostava que para ele nao fosse indiferente
    tanto gostava eu

    hoje na escola gostava de o ver outra vez
    quero vê-lo todos os dias talvez
    tanto gostava eu

  24. Francisca Rodrigues diz:

    Hoje na escola encontrei o meu amigo
    Que bem ele estava
    Tão belo que ele é estou apaixonada

    As saudades que eu já tinha
    Da sua gargalhada
    Tão belo que ele é estou apaixonada

    Que bem ele estava
    Fiquei encantada
    Tão belo que ele é estou apaixonada

    Da sua gargalhada
    Eu não odeio nada
    Tão belo que ele é estou apaixonada

  25. Sofia Gomes diz:

    NÃO É PARALELÍSTICA!

    Ontem, encontrei o meu amigo
    Fixo nos seus pensamentos
    Será uma ilusão?

    Entre nós já não havia conexão
    Já tivemos melhores momentos
    Será uma ilusão?

    Ontem, encontrei o meu amigo
    Sentia-o longe e perto
    Será uma ilusão?

    Entre nós já não havia conexão
    Era tudo uma questão de tempo
    Será uma ilusão?

  26. Mafalda Carvalho diz:

    Se o meu amigo não me liga,
    porque hei eu de ligar?
    Não consigo perceber.

    Se ele não quer saber,
    porque é que me vou importar?
    Não consigo perceber.

    Porque hei eu de ligar?
    Ele continua a ignorar.
    Não consigo perceber.

    Porque é que me vou importar?
    O amor dele nunca vou receber.
    Não consigo perceber.

    Ele continua a ignorar.
    Eu continuo a sofrer.
    Não consigo perceber.

    O amor dele nunca vou receber,
    já está na altura de entender.
    Não consigo perceber.

  27. Sara Pereira diz:

    Hoje encontrei o meu amigo
    E que saudades que eu tinha
    Ai, como gosto tanto dele!

    Hoje encontrei o meu amado
    E que feliz que fiquei
    Ai, como gosto tanto dele!

    E que saudades que eu tinha
    Daquele em que penso a toda a hora
    Ai, como gosto tanto dele!

    E que feliz que fiquei
    Por voltar a encontrá-lo
    Ai, como gosto tanto dele!

    Daquele em que penso a toda a hora
    E com quem sonho diariamente
    Ai, como gosto tanto dele!

    Por voltar a encontrá-lo
    Esperava eu há muito tempo
    Ai, como gosto tanto dele!

    E com quem sonho diariamente
    Ter um futuro em conjunto
    Ai, como gosto tanto dele!

    Esperava eu há muito tempo
    Este emocionante reencontro
    Ai, como gosto tanto dele!

  28. NÃO É PARALELÍSTICA!

    Hoje, na escola, encontrei o meu amigo
    Muito no passado já fora inimigo
    Só o quero para mim!

    Hoje, na escola, encontrei o meu amado
    Tristeza chegou quando o vi com outra abraçado
    Só o quero para mim!

    Muito no passado já fora inimigo
    Este meu amigo que agora me deixou sem abrigo
    Só o quero para mim!

    Este meu amigo que agora me deixou sem abrigo
    Faz-me relembrar o refúgio antigo
    Só o quero para mim!

  29. Hoje, na escola, encontrei o meu amigo.
    Quando o vi, ele não falou comigo.
    Saudades, tenho eu!

    Hoje, na escola, encontrei o meu amado.
    Sinto falta dele por não estar ao meu lado.
    Saudades, tenho eu!

    Quando o vi, não falou comigo.
    Tento estar com ele, quando está sozinho.
    Saudades, tenho eu!

    Sinto falta dele por não estar ao meu lado.
    Antes de adormecer, contemplo o seu retrato.
    Saudades, tenho eu!

    Tento estar com ele, quando está sozinho.
    É o meu confidente e a ele eu não minto.
    Saudades, tenho eu!

    Antes de adormecer, contemplo o seu retrato.
    E com uma lágrima no olho, relembro o passado.
    Saudades, tenho eu!

    É o meu confidente e a ele eu não minto.
    Porque sei que ele não vai revelar o que sinto.
    Saudades, tenho eu!

    E com uma lágrima no olho, relembro o passado.
    De todas as memórias com o meu amado.
    Saudades, tenho eu!

  30. Inês Silva diz:

    Hoje, na escola, encontrei o meu amigo
    Tentei cumprimentá-lo mas ele estava distraído
    E será que também ele suspira por mim?

    Entrou na sala e nem me viu
    Quando me tentei aproximar ele fugiu
    E será que também ele suspira por mim?

    Tentei cumprimentá-lo mas ele estava distraído
    Estará o meu amigo chateado comigo?
    E será que também ele suspira por mim?

    Quando me tentei aproximar ele fugiu
    Gostava de saber o que naquele momento sentiu
    E será que também ele suspira por mim?

  31. João Miranda diz:

    Hoje, na escola, eu esperava o meu amigo
    Mas ele não apareceu
    Estará chateado comigo?

    Espero bem que não
    Adoro-o do fundo do coração
    Estará chateado comigo?

    Mas ele não apareceu
    Fiquei desesperada
    Estará chateado comigo?

    Adoro-o do fundo do coração
    E preciso dele a meu lado
    Estará chateado comigo?

  32. Clara Gonçalves diz:

    Hoje encontrei o meu amigo
    Depois de tudo o que se passou
    Pensei que fosse para sempre
    mas o para sempre me falhou

    hoje encontrei o meu amigo
    mas ele nem me olhou
    Pensei que fosse para sempre
    mas o para sempre me falhou

    depois de tudo o que passou
    depois de tudo o que vivemos
    Pensei que fosse para sempre
    mas o para sempre me falhou

    mas ele nem me olhou
    depois de tudo ,tudo mesmo
    Pensei que fosse para sempre
    mas o para sempre me falhou

    depois de tudo o que vivemos
    depois de todos aqueles sentimentos
    Pensei que fosse para sempre
    mas o para sempre me falhou

    depois de tudo, tudo mesmo´
    estava preparada para tudo desde que fosse com ele
    Pensei que fosse para sempre
    mas o para sempre me falhou

    depois de todos aqueles sentimentos
    aquela paixão imensa
    Pensei que fosse para sempre
    mas o para sempre me falhou

    estava preparada para tudo desde de que fosse com ele
    ciúmes, discussões e até mesmo da distância
    Pensei que fosse para sempre
    mas o para sempre me falhou

  33. Pedro Oliveira diz:

    Hoje na escola encontrei o meu amigo,
    Estava a jogar matraquilhos!
    e então como vai isso?

    Hoje na escola encontrei o meu amado
    Estava a jogar ping-pong
    e então como vai isso?

    Estava a jogar matraquilhos
    A derrota estava no papo
    e então como vai isso?

    Estava a jogar ping-pong
    será que vai ser desta
    e então com vai isso?

  34. David diz:

    Hoje na escola encontrei o meu amigo´
    Ele não quis nada comigo
    Será que,um dia, ele me quer?

    Gostava de um dia me encontrar com ele
    Não sei porquê, mas tinha de ser aquele
    Será que um dia ele me quer?

    Ele não quis nada comigo
    Desde logo meu coração ficou partido
    Será que um dia, ele me quer?

    Não sei porquê,mas tinha de ser aquele
    Havia algo de especial nele
    Será que,um dia, ele me quer?

    Desde logo o meu coração ficou partido
    Com a partida do meu amigo
    Será que,um dia, ele me quer?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s